Cisto Mamário

Imprimir PDF
Postado em Seg, 12 de Abril de 2010 Em Sobre o Câncer

O cisto de mama, também conhecido como cisto apócrino, é uma alteração benigna da mama. Ele é um tumor que se apresenta na forma ovalada ou redonda, solitária ou múltipla, que pode ter desde um milímetro até vários centímetros de diâmetro. A maioria dos cistos é unilocular, isto é, são constituídos por apenas um compartimento revestido por epitélio e preenchido por líquido. O líquido geralmente apresenta uma coloração amarelo claro ou escuro. Geralmente os cistos ocorrem em mulheres de 40 a 50 anos, mas podem ocorrer em qualquer idade. Após a menopausa a maioria dos cistos desaparece.

Os cistos se originam da unidade ducto-lobular terminal da mama. O revestimento da parede do cisto é formado por células com funções apócrinas (ricas em mitocôndrias, lisossomas e grânulos secretórios) e daí vem sua denominação. Alguns cistos são revestidos apenas por epitélio pavimentoso simples, sem características apócrinas. Ao redor do cisto, pode haver fibrose do tecido da mama.

SINTOMAS

Na grande maioria os cistos mamários são assintomáticos. A dor mamária difusa raramente é devido a múltiplos cistos mamários, portanto, não há indicação de cirurgia para estes casos. Quando o cisto apresenta diâmetro grande pode ser sintomático, principalmente dor.

DIAGNÓSTICO

O principal meio de diagnóstico é o ultra-som, que consegue identificar a maioria dos cistos.

TRATAMENTO

A grande maioria dos cistos da mama não necessita de nenhum tratamento, pois eles não aumentam o risco de câncer de mama. Ás vezes ele aparece rapidamente o que assusta muito as mulheres, mas após o diagnóstico com ultra-sonografia (que é o melhor método) as pacientes devem ser tranqüilizadas. O uso de medicações não esta indicado nos cistos mamários, pois não existe nenhum estudo demonstrando vantagem do uso de vitamina E, ácidos graxos ou outras substâncias no tratamento dos cistos mamários. É fundamental que o médico faça o diagnóstico correto do cisto e tranqüilize as pacientes. Quando os cistos são grandes e dolorosos pode-se realizar uma punção com agulha, orientada ou não por ultra-sonografia, com esvaziamento do mesmo. Mas é freqüente a recidiva (“volta”) do cisto. Não é necessário fazer exame do líquido que é aspirado dos cistos, exceto quando na aspiração o conteúdo é sangue, o que ocorre raramente. Compressas geladas podem aliviar os sintomas dolorosos difusos na mama.

Os cistos que apresentam conteúdo sólido no seu interior devem ser operados, mas felizmente esta ocorrência é rara.